Última hora

Última hora

Kenyatta aceita decisão de anular eleições

O Supremo Tribunal queniano invalidou os resultados da eleição que deu a vitória ao atual presidente.

Em leitura:

Kenyatta aceita decisão de anular eleições

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, e o líder da oposição Raila Odinga já reagiram à decisão do Supremo Tribunal do país, que invalidou os resultados das eleições do dia 8 de agosto. A decisão, anunciada pelo Supremo na manhã desta sexta-feira, apanhou todos de surpresa e vai obrigar à repetição das eleições em que Keyatta tinha sido dado como vencedor. Para Odinga, candidato dado inicialmente como derrotado, a ocasião é de festa: “É um dia histórico para o povo do Quénia e, por extensão, para todo o povo do continente africano. Pela primeira vez na história da democratização de África, uma decisão de um tribunal anula umas eleições presidenciais irregulares”, disse o líder da oposição.

allviews Created with Sketch. Point of view

"Pessoalmente, discordo da decisão tomada hoje, mas respeito-a."

Uhuru Kenyatta Presidente do Quénia

Kenyatta não vai contestar esta decisão do tribunal: “Pessoalmente, discordo da decisão tomada hoje, mas respeito-a. A minha mensagem principal para todos os quenianos é de paz. Deixem-nos ser um povo de paz”, disse o ainda presidente do país.

Com esta decisão, o Supremo Tribunal de Nairobi deu seguimento ao recurso interposto pela oposição. Os observadores internacionais destacam a forma equilibrada como foi levado a cabo o processo e como o tribunal, presidido por David Maraga, ouviu todas as partes envolvidas.